Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

sábado, agosto 28, 2010


Aparências

Na realidade, temos muito a perder e a ganhar. De um erro, vem o acerto. A consequência de uma lágrima por amor, é um sorriso por amizade. Sempre há alguém ao meu lado, mesmo que não seja quem eu desejaria. Eu não entendo e continuo sem entender. Parece que o amor não é suficiente. Não adianta amar, tem que ser mais, e principalmente ser mais aquilo que não sou. Não basta dizer Eu te amo, tem que dizer que é rica, que tem uma bunda gigante e olhos azuis. Amor deixou de ser sentimento e passou a ser aparência, algo que não vem com o tempo: as pessoas nascem com ela. Amor aparece e transforma com o tempo, beleza (ou a falta dela) é pra vida inteira. Algo que significa que "Só te amo se você tiver uma Ferrari". Injusto, mas é assim. Amar não é suficiente, é o de menos, primeiramente precisa de pintar o cabelo e ficar malhada. Não digo isso porque não tenho tais características, mas porque percebi que é assim que acontece.
Não importa se você é inteligente, se você conta piadas legais, se sabe dar conselhos ou se tem um papo bom, beleza vem primeiro. Cansei disso, por mais que ainda o ame. E nessas horas eu valorizo a amizade. Quantas vezes chorei por ele e quem sorriu, quem deixou-me banhar-lhe o ombro e escutar três horas seguidas sobre ele, foi minha amiga. As coisas só complicam quando você percebe que apaixonou pelo seu melhor amigo, porque além de ocupar o lugar de quem te dá conselhos e conta piadas idiotas, ele também te conhece quase por inteiro e está ao seu lado. Mas isso não vem ao caso agora, do que estava falando mesmo? Ah, sobre aparências. Inúmeras vezes sussurrei que o amava, inúmeras vezes respirei fundo enquanto ele me abraçava - queria o perfume dele gravado em minha memória, e acredite, funcionou. Inúmeras vezes deixei de me amar para amá-lo, deixei de ser o que sou para agradá-lo, mas odeio fingir ser quem não sou. Não sou bonita, não sou magra, não sou simpática nem garota de balada. Sou meio tosca, sou gordinha (raiva!), sou claustrofóbica, sou introvertida, de poucos e valiosos amigos e tenho medo de cachorros. Mas como quem me ama diz, ele quem não é bom o suficiente para mim. Porque tenho tudo que ele precisa, principalmente cérebro e sentimento. Cansei de tentar mudar por ele, cansei de correr atrás do amor, ele só foge de mim. Agora quero mudar -mais uma vez!- e passar a me amar primeiro, já que quem o deveria fazer, não faz. O começo é agora, com o ponto final desse texto (mais um texto) que fiz pensando nele.
Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...