Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

segunda-feira, setembro 13, 2010


Arma Particular

A Garota Veneno mandou um beijo. Era uma bomba.
Uma garota me perguntou no Formspring se ela fizesse o mesmo que eu, ela seria má. Eu refleti muito sobre isso. Por que seria? Por que fazer justiça de um jeito diferente, seria errado? Eu odeio regras. Todas elas. Mas são regras, eu sei. Mas estou pronta para mudá-las. Todas elas.
Não suporto ver que as coisas não são do jeito que eu quero. Nessa hora eu faço minhas regras. E quem odeia as minhas regras, o que acontece? Sou a Garota Veneno, não sou?
Eu amo o silêncio. Reconforta. Ninguém precisa saber quando aproximo. Não existe possibilidade de defesa. Nasci para vencer na minha guerra, sozinha. Hoje deletei uma mensagem do meu celular. Fingi que não li e nem vi, nem chegou. Consequência? Cinco meses da vida da pobre mocinha foram pro lixo. Sim, daquela mocinha que jogou seis anos da minha vida no lixo. E  por isso acho que não é errado fazer as coisas do meu próprio jeito. Não sou tão má assim, eu me sinto bem assim. Consultando minhas regras, o que faço não é errado. É um modo de ataque, minha arma particular.
A coitadinha acredita em mim. Ela chora e eu me contorço de tanto rir dela e ela nem percebe. Eu rio mais ainda quando lembro que sou a causa dos olhos vermelhos e inchados dela. Eu já disse que a odeio? E muito. Minha alma perfeccionista exige que tudo saia como planejado. No fim, ela nunca descobre como e quem fez um buraco enorme no vestido ridículo. E eu ainda estou por perto pra dizer que foi uma rasgadinha minúscula que ninguém vai ver. E ela volta a achar que está arrasando. Preciso colocar a tesoura na gaveta. 
Ela ama meus conselhos. Será por que o namoro dela terminou em duas semanas? Ops.
Ela me conta um segredo. Um segredo que não era pra contar pra ninguém, algo que ela não deveria ter feito. Não, eu não conto pra ninguém, sério. Mas uso contra ela. Como? Se um dia ver uma garota ridícula numa festa, você terá a resposta da sua pergunta. É, é ela. Vestido, bolsa, sapato e maquiagem feita e escolhida por mim. Percebe o tanto que é legal ter as próprias regras e sair ganhando como a mocinha amiga que disse "toma cuidado, depois não diz que não te avisei."? Não era um abraço, era uma granada. Não era um beijo, era uma bomba. Não é a vida dela, é a minha. É a minha vitória e a derrota dela. E sem sujar minha peep toe rosa exclusiva by Louis Vuitton.
E acredite, o único que pode me destruir, é o único que a odeia mais que eu. Ponto meu.
Não se preocupe flor, sou uma ótima conselheira e até minha mãe pede uns pra mim de vez em quando. Todos os segredos que sei, estão guardados, até os dela. Mas os dela, eu uso contra ela. Digo e repito, é apenas com ela. Por enquanto. Só se você quiser experimentar meu veneno. Tem de sobra.
Um beijo para você, que está louca pra usar seu veneno mas não sabe. Está esperando o que? 
Garota Veneno
Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...