Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

sábado, outubro 09, 2010


Alt of Ctrl

Tento fugir de algo que parece impactante e avassalador. Algo que causa grandes estragos e é facilmente encontrado em corações que sentem e principalmente amam. Tento fugir de algo que está em mim e me acompanha onde quer que eu for. Não, não é minha sombra.
É algo que me ameaça a cada segundo. Enche-me de incertezas e medos. De vontades e expectativas. De sonhos e ilusões. Eu não sei, mas é um tanto quanto viciante. Minhas pernas tremem, minhas mãos suam, meu estômago embrulha e os meus neurônios racionais são substituídos por amebas que me faz tropeçar no meu próprio pé, falar sem pensar e transparecer meus sentimentos. Isso tudo num único segundo: quando te vejo. 
Isso porque nem falei de quando você me abraça.
Eu sou viciada em você - isso soa estranho, eu sei - mas como toda coisa que vicia, faz mal. Você é uma droga - literalmente. Você me machuca e me consome aos poucos. Suga minha energia e o resto do que resta do meu coração. Mas eu preciso de mais. Sem parar. Mas sempre esqueço da realidade e do tanto que você me fez mal. O tanto que você me destruiu, o tanto que você me magoou. O tanto que você me odiou e me iludiu. Eu te amo, mas foda-se esse sentimento idiota. 

Lembra que você disse que eu era a melhor? Que você preferia a mim do que a ela. Você me iludiu. Lembra que eu disse o que sentia? Você me odiou - e eu te amei. Lembra que eu disse algo e você a defendeu? Você me machucou. Eu esperava ter você ao meu lado! A felicidade em te ter ao meu lado é instantânea e passageira. E logo volto a ser eu sem você. Eu queria te dar unfollow no coração. Eu queria ter aulas na escola para aprender "Não use drogas. Diga não ao amor!" ao invés Pitágoras. Eu quero mudar sim, quero te amar menos. Mas nas minhas veias, há mais você do que eu mesma. Você já é integralmente eu.
Não quero sofrer uma overdose desse amor ridículo. Não quero sofrer uma overdose desse você ridículo que existe dentro de mim. Por favor, me faça parar. Vá para o quinto dos infernos e nunca mais apareça, até que eu te esqueça por completo. Você está feliz com ela e eu quero é que você se foda junto com esse sentimento hipócrita e superficial que sente por ela - e já sentiu por outras (duzentas?) garotas.Já percebeu que você disse para todas essas garotas que "nosso amor é eterno"? Pois então, a eternidade chegou ao fim - duzentas vezes. Agora só quero que essa minha eternidade acabe logo porque não aguento mais ficar chorando à noite e perdendo o sono. Eu espero que o que sinto por você não seja mesmo eterno, porque isso já me consumiu demais e me viciou demais.
Foda-se coração imperativo.Fodam-se lembranças.Foda-se eternidade.
Ah, foda-se você.Grata.Ainda te amo. Oh shit!
Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...