Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

terça-feira, dezembro 07, 2010


Olhar Além

Poderia ser mais um dia normal se eu não tivesse olhado no fundo dos olhos dela. 
Na porta de um bar, quase de noite. Não tinha bebido, apenas fazia companhia para meus amigos depois de uma boa partida de futebol. Ganhamos depois de tanto tempo, e por isso merecia uma dose de cerveja. Vitórias se comemoram, eles diziam. Mas parei bem e pensei. Uma bola rolando não é motivo para se comemorar. Então peguei meu cigarro e fui para a porta do bar. Meus pensamentos iam longe sempre que eu me encontrava desse jeito. Sem cervejas, sem amigos, sem futebol. Só eu e meu cigarro. 
Lembrei de que semana passada tinha terminado com uma garota depois de quase dois anos juntos. Ela ficou apática, meio sem rumo. Perdida. E olhe só, ali estava eu aproveitando a minha vida do jeito que se deve ser. E ela devia estar em casa chorando no colo de uma amiga. Isso não foi um sentimento de pena ou de arrependimento, repetia para mim mesmo. Notei que também sou muito egoísta e não me importo com as pessoas. Com o que elas pensam ou sentem, somente eu tenho importância. Sempre fui assim, e sei o quanto é difícil mudar. Falar que vou parar de beber, de jogar futebol com meus amigos, que vou parar de fumar e vou amar todas as minhas namoradas, é simplesmente impossível. Então comecei a prestar atenção nas pessoas que passavam pela rua.
Um velho, com oitenta e poucos anos passava de cabeça baixa, atento onde pisava. Carros, motos, bicicletas. Ninguém olhava nos olhos de ninguém, ninguém sorria. Pessoas apáticas e egoístas como eu. Percebi uma garota andando devagar. Eu não reparava sua beleza ou suas roupas, mas algo nela me instigava. Ela não sorria, mas olhava para o rosto de cada pessoa. Parecia perdida. Cem metros de distância e eu não tirava os olhos dela. Meu cigarro tinha apagado e pela primeira vez isso não me incomodou. Os óculos de lente grossa aumentava mais o mistério dos seus olhos. Sete, seis, cinco, quatro. Ela se aproximava. E de uma forma inexplicável, encontrei seus olhos. Vi tanta coisa neles, mas parecia que não estava completa. Parecia ter perdido algo, ou pior, alguém. Era uma sensação estranha de culpa dentro de mim. Ela olhava mais. Parecia pensar: É você? Desculpe, mas não sou eu. Posso te ajudar? O que aconteceu? Eu queria tanto saber. Tão perdida, vazia. Mas ela continuava ali, sem sorrir, com seus olhos tristes. Eu não deveria me importar com uma desconhecida, mas eu faria tudo para tirar aquilo daqueles olhos por trás das lentes. Mas isso era tão insano e tão impossível, que eu só poderia esperar ela seguir em frente. Ela procurava em cada olhar algum consolo, alguém. Tive a imensa vontade de ser essa pessoa, só para que acabasse com aquilo dentro de seus olhos. Foi me angustiando, me sufocando. Eu não era essa pessoa e nada podia fazer por ela. Então ela abaixou seus olhos e se foi. Ela continuou seu caminho, procurando nos olhos das pessoas, o que faltava nos dela.
5 comentários

5 comentários:

satire and theology disse...

I like the cross and the sun in the photo. Well-done.

Obrigado.:)

I am looking for reciprocal followers/seguidores if this interests.

Russ:)

satire and theology

thekingpin68

Jônatas Amaral disse...

"Procurando nos olhos de todos o que faltava nos dela" Muito bom! parabéns, eu volto hein! rs bjos

Gabriela disse...

Caaaara, que texto perfeito! Amei, senti junto suihauihsuiah foi bem inesperado, mas linda a história. seus textos ficam cada vez melhor mari!

Mariana Pereira disse...

DEMAIS, DEMAIS, DEMAIS! AMEI MUITO, LINDA ESSA HISTÓRIA!
É a primeira vez que entro no seu blog, to apaixonada no seu cantinho! Muito mesmo!

Mariana Solis disse...

Obrigada por comentar Jônatas, Gabi e Mari! Voltem sempre <3

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...