Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

sexta-feira, fevereiro 03, 2012


Duas metades não inteiras

Você sabe bem porquê estou aqui. Resume-se apenas naquele último dia. Naquele que a gente brigou feio. Não olhei para você e bati a porta com mais força que o normal. A raiva me consumia aos poucos, a ponto de achar que o idiota da história, desde o início, foi você. Eu, cega e iludida, jamais havia percebido que nas tuas mãos era tratada como um brinquedo, não como uma mulher. O amor cedia aos poucos, até que certo dia, enquanto ouvia você roncar do outro lado da cama, fiquei a pensar se você chamava aquilo de amor. Na minha cabeça, agora penso, fomos feitos de um relacionamento que se sustentou num status fajuto e sem sentido. Vivemos todo esse tempo por meio de uma audácia, enfrentando os obstáculos que colocamos juntos no meio do nosso caminho. O problema, desde o início, não fui eu ou você.
Nós éramos um problema.
Acometidos de tantos erros, já te vi por desistência antes mesmo de pensar em enfrentar. Inúmeras vezes me vi lutando sozinha contra o que tu destruía com as tuas próprias mãos. E isso me fez doer, porque um dia me jurou que estaria aqui sempre comigo. Logo você, que fez justamente o contrário. Me deixou aqui sozinha, com problemas que nunca quis ter para nós dois. Noites antes, me vi no espelho enxergando os primeiros sinais de tanto estresse. Uma mágoa aparente, consequência da estupidez de sustentar uma emoção que nem isso tinha mais... Nosso sentimento fora diluído por meio de anos de brigas e ciúmes sem motivo. E, então, viu-se pálido. O amor ficou sem cor. Nós ficamos sem destino. Lembra, querido, o quanto nos disseram que jamais daríamos certo? Eu deveria ter ouvido. Aquela porta que fechou, num susto impetuoso, era só mais um sinal do que nos separaria dali para frente. Os obstáculos são outros, dos quais já faço questão de que estejam no meio do seu caminho.
Eu sei, meu bem, encaramos tudo isso de uma forma impávida, tomados por uma sensação de que existia cara metade. Eu estava enganada. Em vez de me completar, saí dessa história duas metades a menos. A sua e a minha. Você ficou com a metade que não me faltou e eu fui com metade de mim ferida, estraçalhada, em remendos que tentei costurar durante esses anos. Mas o desespero acalmou, a tristeza tomou-se por amistosa e a intenção já era essa mesma: um dia encravaríamos um ponto final nesse drama todo.
Por dois pedidos de desistência. Bandeiras brancas hasteadas, adversários postos cara a cara. Você carregava um semblante perfeito de não se incomodar, e eu bem sabia que aquela era sua melhor arma. Com metade de mim já dada por morta, restei lutar com a que me mantinha viva. Quase movida por um ímpeto, quis bater-lhe a face, para mostrar o quanto aquilo não doía perto das cicatrizes que deixou em mim. O fardo maior eu carregava num peito que te amou por inteiro, e você, nunca amou nem pelas metades. Justamente por isso, jamais entendi porquê estivemos tanto tempo juntos. Você não disse uma palavra sequer, mas sei o quanto seus pensamentos estavam carregados de adjetivos impróprios. Inacreditável que tudo aquilo que éramos converteu-se a um ódio recheado de amargura e rancor do passado.
Mas eu precisava daquilo. E disse tudo aquilo que você merecia ter ouvido desde o primeiro dia da sua vida.
No entanto, soube que o idiota era você, não por tudo que fez, mas pelo que deixou de fazer. Perdera, sem ao menos resistir, algo tão bom que não acontece duas vezes. Mas agora, meu bem, só me resta sentir muito. Por você e por nós, que ainda bem, não existe mais. Enquanto isso, vou levando. Uma dose de veneno, fria e calculista, esperando o momento certo de devolver-lhe o que merece. Não se assuste. De todas as metades envolvidas, essa você nunca conheceu. Coitadinho, meu ponto fraco continua aqui, nessa parte que resistiu até o fim. Talvez eu lhe apareça, e você se arrependerá por cada instante que me fez sofrer. Sua dose é cavalar, fatal e fugaz. Eu sei, querido, eu sei. Eu também sinto muito ter que fazer tudo isso. Mas você já não tem mais escolha. Só para te avisar: estou de volta. Não para a sua vida.
Para a minha.
E isso, meu amor, pode se tornar seu pior pesadelo.
Garota Veneno
18 comentários

18 comentários:

Mah disse...

Awn, que lindo cara. Amei seus textos, amei o blog e não preciso dizer que fiquei super emocionada com o seu comentário, né? Na boa cara, li com mó sorrisão no rosto. Foi lindo ver que nem tem uma semana de vida e meu blog já causou isso em pelo menos uma pessoa. Sinta-se sempre bem vinda pra voltar viu e espero que sempre encontre um refúgio ali. Assim como eu pretendo sempre voltar aqui.
Um beijo linda.

www.asdozebadaladas.blogspot.com

Ana Paula Fuentes disse...

Nossa que texto lindo,isso me fez lembra que eu tive o meu primeiro namorado rs
Tenha um ótimo final de semana,beijos ^^

Go Belezando

Gabriella Alexandra disse...

Muito obrigada pelo comentário e pelos elogios. Adorei o seu blog ! E te convido a sempre voltar ao meu blog :)
Kisses, Gabriella
http://perpink.blogspot.com

Amanda disse...

Lys Lindaaa, texto lindo amei... naquela enquete que já respondi várias vezes eu sempre marco Garota Veneno, pq amo esse jeito que voce escreve na tag! bjo, saudade!

Cá Lopes disse...

Oi, Mariana! Li o seu comentário lá no It Crazy, It Fashion e fiquei super agradecida, vim retribuir a visita e dizer que eu fiquei super feliz com o seu comentário. Hoje em dia é muito difícil achar alguém que veja esse tipo de "trabalho" da forma que você viu. Muito obrigada pelos elogios, com certeza, virei aqui sempre que puder. E espero que você passe lá no blog quando puder também. Já estou te seguindo aqui!

Beijos querida. *-*
www.itcrazy-itfashion.com.br

Khézia disse...

Ah que lindo, bem profundo. E sério que gosto do meu blog? Nossa, ninguém escreveu algo tão '' profundo '' sobre meu blog. Muito obrigada, nem sei como você pode dizer isso do meu se o seu é mais que uma perfeição.

Beijos,
hannets.blogspot.com

Carol Barboza disse...

Oi Mari! Ahh, primeiro... Queria agradecer sua visita, suas palavras e carinho! É muito importante receber esse retorno e você fez isso de uma forma super fofa, fiquei tão feliz :) Obrigada mesmo! E que texto belíssimo (e triste...), belas palavras, adorei. Estou seguindo aqui pra ficar de olho nas próximas postagens, viu.
Beijo e bom fim de semana pra vc flor
 Just Carol

Vinicius Nascimento disse...

Oie, já estou seguindo vc no Blog :a
Muito bacana o seu blog, gostária de parabenizala pelo trabalho magnifico que você está fazendo, sei que não é fácil ter um Blog.
Me segui tbm:
palavrasdeumfriend.blogspot.com

Vitória Recchia disse...

Como combina,estou aqui.Não tenho o que falar de seu blog,ele é lindo,layout perfeito e o jeito de você postar é lindo.
Amei seu blog,você leva jeito para ser blogueira,nunca desista disso,ok??
Gostaria muito de ser sua amiga,adorei muito você.

beijos da vick.
douceelamour.blogspot.com

Amanda disse...

OI FLOR, AMEI SEU BLOG IGUAL VC AMOU O MEU!Então o layout eu me apaixonei quando vi, super hiper mega fofo! O post então não tenho o que falar, é tudo tão maravilhoso!Adorei vc mil beijos passa lá no meu blog mais vezes!!!!!!!!

Amanda :t

Amanda disse...

Ah quase esqueci eu sou dona do Glitter e Babados!
glitterebabados.blogspot.com

Priscila Mayumi disse...

ADOREI! Você sempre arrasa nos seus textos né flor!
#adoooro
www.belezadediva.blogspot.com

Beeeijos!

Viviane Heleno disse...

UAU! Que texto maravilhoso, adorei! Profundo e cheio de sentimentos...
Beijinhos e sucesso.

letícia disse...

Seus texto são tão divinos! Você consegue fazer com que entramos nas palavra! Os sentimentos que você escreve, O carinho....!! DIVINO!!! Adorei! Estou encantada com os seus textos!
Sempre que puder vou passar aqui *-* Ansiosa pro próximo post *_*
Haha!
Beijos sucesso!!!
www.accessoriesteen.blogspot.com

Anônimo disse...

Belíssimo, indescritível o sabor que suas palavras transmitem.

Jaqueline disse...

Ahh seu layout que é lindo, estou te seguindo e adorei seu comentário lá no blog. Espero que volte a visitar e beijos!
Garota x Mulher

Larissa disse...

lendo esse texto lembrei daquele filme meninas malvadas kkk gostei disso!!!
''Bandeiras brancas hasteadas, adversários postos cara a cara. Você carregava um semblante perfeito de não se incomodar, e eu bem sabia que aquela era sua melhor arma. Com metade de mim já dada por morta, restei lutar com a que me mantinha viva.'' curti mil vezeeees

Isa Godoy disse...

Amei o texto, muito lindo.
Beijos,
www.delirios-degarota.blogspot.com - Post novo :)

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...