Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

terça-feira, maio 15, 2012


As Cem sem-razões do Amor

"Eu te amo porque te amo. 
Amor é estado de graça, e com amor não se paga."
– As sem-razões do amor, de Carlos Drummond de Andrade
Estive relendo um dos meus livros preferidos de Rubem Alves. Ao contrário do apaixonado Drummond, Rubem procurava as cem razões do amor. Nesse embate literário entre dois escritores ilustres, a pergunta que não me calava na mente seria as razões que levam alguém a amar.
Sinceramente, não sei explicar o amor. 
Sem tanto compreender e, por isso, preferir apenas senti-lo, sem exigir tais explicações, não procuro entender as razões do amor. A constância está na não-matéria de amar, você não precisa tocar no amor ou simplesmente vê-lo para saber que ama. Você ama às cegas, no escuro, mas sabe –ou pelo menos acha– que ama. Não se pede para amar. Não se exige amor. Não se mede amor porque, diferente de todos os objetos mensuráveis, seu tamanho não consta em escalas matemáticas.
Junto do amor, surgem outros inúmeros sentimentos que também são sem-razões.
Quem ama não precisa de um por quê ou para quê. Ama-se, simplesmente.
Diria Fernando Pessoa, que não se conhece nenhuma outra razão para o amar senão o amor. Esse estado de alma transmite sensações que são auto-suficientes. Se bastam, se completam. A saudade surge na ausência quando o vazio substitui o espaço que o abraço preenchia. E cartas de amor, apesar de dizerem o óbvio, nada além do que se justifica a escrita, o sentimento e a necessidade de dizer cada palavra elaborada para tocar o coração do destinatário. O amor pode ser tantas coisas. Um beijo, uma despedida, uma lembrança, uma fotografia, olhares que se cruzam por segundos, uma declaração em sussurros, uma palavra dita por impulso. O amor está em incontáveis situações que a ciência não consegue comprovar. O amor faz suspirar, o peito estufar-se em anseios, vontades e desejos apaixonados. E por mais que se procure o significado de amar, pouco se sabe, menos ainda se explica. É possível um mesmo sentimento causar tantas sensações diferentes? E o mais instigante, em pessoas que o compreendem de jeitos às vezes completamente distintos?
É assim que cada um ama. Da sua forma, ao seu tempo, à sua maneira, à própria intensidade.
E por isso, gosto de acreditar que não existem cem razões que levem alguém a amar. Amor é uma emoção e não exige motivos para senti-lo. É como perguntar para um apaixonado: o que você ama na pessoa que ama, que te fez amá-la a esse ponto? Difícil, não? Diria que é uma pergunta praticamente sem resposta, se fosse usada uma das cem razões de amar, que sinceramente, não consideraria válidas. Pelo contrário, pouco explicaria. Amor não se explica, afinal. O amor é a presença sensível de um sentimento invisível. Dentre tantas tentativas de transformar esse estado de exímio ápice em alguma palavra coerente, acredito que um dia cada um de nós irá descobrir as cem sem-razões de amar. E será uma resposta tão única quanto o próprio amor que sente. E para finalizar, quero deixar uma pergunta que não preciso saber sua resposta, mas que reflita consigo mesmo. O que você ama em quem você ama? Essa resposta seria uma das sem-razões do porquê de amarmos. E por isso, prefiro concordar com Drummond. Amor foge a dicionários e a regulamentos vários. Eu te amo porque não amo bastante ou demais a mim.
Ao invés das minhas palavras, finalizo com as palavras dele, que já tentou desvendar as sem-razões de amar.
Porque amor não se troca, não se conjuga nem se ama. 
Porque amor é amor a nada, feliz e forte em si mesmo.
(...) Eu te amo porque te amo.
17 comentários

17 comentários:

Manu Sampaio disse...

Uau, que texto lindo! Acho que o amor não tem definição exata, é uma coisa pura, relativa. Só quem ama sabe o que sente, sabe como o definir. Beijos ♥

Garota de All Star

Jaque disse...

Que lindo! Você e seus textos ultra perfeitos <3
Tava com saudades do seu cantinho, tô sem tempo para nada...
xoxo

Ana disse...

Comooo não amar est texto prima?

Gabriela disse...

Nossa linda! Esse eu diria que é um dos seus textos mais liindos! Eu estou estudando cronicas, e vou levar essa pra minha professora. Quem sabe assim eu não a conquisto de vez? kkkkkkkkkkk Beijos querida blogueira ;*

Amanda Souza disse...

Carlos Drummond de Andrade sempre arracando suspiros... eu amo e me inspiro muito com os textos dele!
Seu blog é lindo, eu adorei o layout e tô seguindo, viu?
Beijinhos

www.hiperbolismos.blogspot.com

Clarisse de Andrade Gomes disse...

Sua Linda!
Escreves super bem!
Amei o texto e concordo com tudo o que disseste. Confesso, já procurei um significado pro amor, já tente dimensioná-lo e até mesmo me perguntar o porquê de tanto amor, mas quer saber? Nunca encontrei palavras suficientes e onde caibam tamanho sentimento com toda a sua intensidade.

Beijocas *-*
We are Fashionistas
Borboleta Devaneando

Andreza Paixão-Christian Girl disse...

Muito lindo o texto,gostei

Passa lá?

http://dezapaixao.blogspot.com.br/

Adm. Descontroladas disse...

Olá Mariana Solis! Muito obrigada por ter visitado o blog Descontroladas, que eu modero! Adorei o seu blog, as suas postagens.. Bem criativa você né? Hhauuahau. Enfim.. Estou seguindo aqui, visite mais vezes o blog! Assim como as minhas postagens sobre moda, você pode gostar das outras! Aqui está a página, essas são as minhas postagens! http://tabathamesquita.blogspot.com.br/search/label/laissa%20vitoria
Obrigada e volte sempre! Beijos, adm.
Laissa
http://tabathamesquita.blogspot.com.br/

Tabatha Mesquita disse...

Um blog perfeito falando do outro!!!!! AI AI U.U Adorei seu blog e seu modo de escrever, você escreve MUITO bem... e claro que não consegui me conter e precisei seguir esse blog maravilhoso! Tá de parabéns..... beijos! http://tabathamesquita.blogspot.com.br/

Thalita Maia disse...

O amor é lindo *---*

beijos ;*
www.thalitamaia.com

Le Deby disse...

Awn, que liindo esse texto, tão fofo e romantiquinho <3
E muuito obrigada mesmo pelo seu comentário no meu blog, me deixou tãao feliz :D

ledeby.blogspot.com

Lola Mantovani disse...

nossa que lindo :c
flor você escreve muito bem
voltarei sempre
beijos

Aline - Princesa Diferente disse...

É verdade!!
Amor ás vezes é meio complicado... ás vezes faz rir ás vezes faz chorar née? Eu tb não consigo saber o significado do amor...
Amei suas palavras^^ !
Seguindo aqui, se gostar do meu blog, segue tb ?
Beeeijos ;*

http://princesa-diferente.blogspot.com.br

Ágata Bresil disse...

Ah, fazia tempo que eu não passava aqui, dai quando passo, vejo esse texto maravilhoso que me fez ficar morrendo de saudade do meu namorado. O amor é algo tão lindo e você disse tudo *-*

Beijos. Tudo Tem Refrão

Carol Bortolo disse...

olá, estou passando aqui para dizer que adorei seu blog é realmente super fofo muito lindo.
já estou seguindo e queria que seguisse o meu também bjos.
www.quemderaserpoeta-1503.blogspot.com

Gabi disse...

Oi flor tudo joia ? Adorei seu blog
já estou seguindo, segue de volta ?
bjkas
-------> mundofun-gabi.blogspot.com <-------

Anônimo disse...

cara esse texto ficou lindo, ate me emocionei... você escreve muito bem

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...