Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

sexta-feira, janeiro 31, 2014


Quando o amor partir

"Amores que se vão sempre deixam um pouco de si."
– Frederico Elboni
Esses dias me perguntaram se dá para viver sem amor. Disse que iria pensar. Perdi o sono, me revirei na cama e não obtive respostas. Acontece que é incerto. É relativo. O mais perto que pude chegar de uma resposta satisfatória não foi bem uma resposta, apenas um raciocínio que me agradou. Acredito que uma pessoa vive sem amor se não experimentá-lo. Penso que amar é um caminho sem volta: depois que você escolhe a via, o máximo que lhe cabe é optar por certos trechos, até mesmo atalhos, mas voltar atrás mesmo, não acredito não. A verdade é que a alma se apega, se apega nessa sensação envolvente do desconhecido: de decifrar a alma do outro. O peito gosta é de bater forte. A barriga prefere graus negativos. E o coração, bem, o coração prefere insistir, sofrer, lutar, mas desistir de um amor, não. E se desistiu, não era amor.
As pessoas se confundem quando estão apaixonadas.
A paixão traz muitas das sensações que o amor por si só é definido. A paixão é o desejo intenso, é o corpo falando muito mais alto que o coração. A paixão pode ser incontrolável, mas o amor não. O amor é sutil, íntimo, intrínseco e só acontece quando dois corações se permitem. Quem ama sozinho não ama por completo. Porque o amor exige carinho no toque, saudade na ausência e respeito no silêncio. O amor fala sozinho e só corações que verdadeiramente se amam possibilitam que o sentimento seja a essência de cada gesto, cada atitude e cada palavra com o outro. O amor é cauteloso e delicado, e por si só basta. A paixão não. A paixão atrofia com a partida, esgota-se na carência e definha na saudade. Quem se apaixona esquece, mas quem ama, mesmo com o tempo, guarda nas lembranças mais remotas e profundas o gosto do amor. Ainda assim, acredito que uma pessoa possa amar inúmeras vezes, apenas de formas diferentes. Quem ama uma vez, se vê vazio na falta do amor, em toda a sua completude.
Quem já amou não é mais o mesmo. Porque o amor se faz presente, ainda que despercebido, como uma discreta marca em um papel alumínio. E por fim, quando o amor partir, as memórias são a certeza dos amantes de que a vida não se completa na falta de um amor, mas na falta da ação, do sentir, do verbo: amar.
Onde me encontrar: Facebook Instagram Flickr Youtube
10 comentários

10 comentários:

K a a h disse...

Amei seu texto. Literalmente. Acredito que todos nós amamos, pra mim uma vida sem amo não seria bem uma vida, talvez existência

http://pequenamiia.blogspot.com.br/

Mellyna Conde disse...

É difícil definir o amor. É tudo o que você disse e um pouco mais. É como se por mais que a gente tente explicar nunca parece o suficiente. "Quem já amou não é mais o mesmo".

http://heymew.blogspot.com.br/

Letícia Lima disse...

Sabe quando você acorda mal, e lê um texto que te ajuda espiritualmente e te faz abrir a cabeça? O texto está ótimo! Parabéns! ;)

www.blogumnovocomeco.blogspot.com

Ana Paula Fuentes disse...

Texto muito lindo Mari ♥
Realmente paixão e amor são coisas completamente diferente só pra quem realmente amou ou ama alguém sabe a diferença :)

Beijos querida.
http://www.gobelezando.com/

Mar de ideias disse...

Adorei o texto, ficou muito bom, muito bom mesmo!
Bjus :**

http://mar-de-ideia.blogspot.com.br/

Joaninha Musical disse...

Eu acho que o amor e a amizade estão relacionados e não dá para viver nem sem um nem sem o outro!! Pelo menos,é a minha opinião!! Desejo-te um fantástico mês de fevereiro,tudo de bom para ti!! Muitos beijinhos,fica com deus e até breve!! http://musiquinhasdajoaninha.blogspot.pt

Jéssyca S. disse...

Lindo texto...
Ahh te indiquei em tag lá no blog, espero que goste
Beijios
http://jess-souza.blogspot.com.br/2014/01/respondendo-tag-conhecendo-blogueira.html

Rafaela Vieira disse...

Gostei do texto, também acho que quando se experimenta o amor passa a ser impossível viver sem ele.
Seguindo.
Beijinhos.
Convido você a visitar meus dois blogs:
Justo eu?
Universo feminino, beleza – maquiagem- moda
Livro com Cappuccino
Universo literário, resenhas de livros-textos-autores

Camila disse...

Um belo texto <3
O amor é lindo... ter que ser sincero, belo, leve, sem brigas e cobranças!!!!

Yann Oliveira disse...

É de abrir a mente de qualquer um. /cry

Curta https://www.facebook.com/resenhudos

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...