Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

quarta-feira, dezembro 28, 2011


A Extinção do Papai Noel

Com essa onda de mundo em crise, aquecimento global, venho a imaginar que coisas invisíveis também podem extinguir. Há um tempo percebo que a magia acaba, lenta mas gradativamente, em essências que na nossa infância nos fez felizes. Vejo cada vez mais crianças desiludindo de histórias infantis. É sério demais.
Será que Papai Noel existe para sustentar o pensamento capitalista de consumismo?
Na verdade, soube de algo que me preocupou e muito. Criança que eu saiba (na minha época), queria brinquedos. Meninos carrinhos e meninas bonecas. Depois bicicletas, fogõezinhos, animais de estimação, etc. Alguém me explica por quê diabos as crianças só querem saber de ganhar celular de Natal? Na minha infância creio eu, não tinha celular nem para os adultos, tampouco para um ser que mal sabe se comunicar. Sinceramente, julgo como futilidade. Mas é claro, vivemos numa sociedade que muda o tempo todo.
Só que já chegou num ponto que as crianças já têm que ser adultas cedo demais!
E então descubro que um garotinho de 7 anos não acredita mais em Papai Noel. Muitos dizem –e concordo– que não há o que festejar do Sr. Barbudo enquanto milhares de crianças morrem mundo afora e ninguém lhes dá apoio. Mas, espera aí: o que a pobre criancinha, que mal sabe escrever, tem a ver com isso? Qual o problema de deixarem um pequeno menino acreditar em Papai Noel? Eu nessa época pelo menos, era muito fiel ao Papai Noel. Ai se alguém dissesse mal dele! Eu defendia até o fim.
Papai Noel existe sim.
E ponto!
Então, vejo a magia se dissipar no ar. Acredito que trenós e Pólo Norte ainda existam porque há empresas que precisam sustentar suas vendas. As crianças cada vez mais perdem a essência do não possuem: responsabilidade. E nessa fase tão deliciosa de brincar, estão alienados, confinados e desconhecem uma real infância. É digno de pena. Acredito que muito além de estimular o consumismo, Papai Noel também ajuda no desenvolvimento das crianças enquanto seu caráter. Toda aquela historinha de recompensa por ser um bom filho sustenta muito a mente desses pequenos indivíduos. É bem mais fácil, não é? 
Assim se faz o aprendizado infantil. 
Lições de moral são dadas em fábulas que animais conversam. De tantas formas podem existir o bem e o mal, e é essencial que desde a infância seja mostrado que alguns caminhos não devem ser seguidos. Aprendem com os exemplos a compartilhar, a serem pessoas boas e não egoístas. Nesse modo tão encantado de mostrar o mundo, julgo que é imprescindível. É cruel demais mostrar o sofrimento para um menino de 7 anos ou falar que tudo é mentira. Dói-me saber que alguns já tiram cada vez mais cedo os sonhos dessas criancinhas. Duvido muito que um dia eles vão subir num pé de manga, entrar ferpa no pé ou tomar leite na vaca.
A história já é outra: o video-game faz tudo ser mais fácil!
A extinção de toda essa magia começa pelos pais. Tudo pela segurança e conforto. Ficam, então, confinadas dentro de casa na frente da televisão, vendo filmes infantis de estrepolias que eles nunca vão fazer nem algo parecido. A disciplina fica cada vez mais difícil e essas crianças se tornam adolescentes rebeldes com mais frequência. O fato é que desde cedo não lhes mostraram a liberdade e os limites. É trabalho demais e tempo de menos para criar os filhos da forma que se deve. Acreditar em Papai Noel faz bem. Dar limites aos filhos é essencial. Deixá-los experimentar coisas novas nessa fase também. Ganhar um celular não é certo, tampouco um cartão de débito
Criança tem que ser criança enquanto pode! 
Esse é o meu apelo: devolvam a infância roubada desses pequenos inocentes! Eles não têm culpa, deixem-os acreditar em toda essa magia. Nem que seja pelo bem deles porque ainda é tempo, há solução. Tudo isso só me faz pensar que Papai Noel vai entrar em extinção bem antes dos ursos polares. E quando for tarde demais, só me resta dizer que sinto muito: 
Nenhum deles sobreviveram à mais um estrago que o homem fez com suas próprias mãos.
6 comentários

6 comentários:

Junior Fernandes disse...

Primeiramente, muito obrigado por toda cerimônia a que me trouxe até aqui (comentário).
Consequentemente não posso deixar de citar a harmonia que seu blog tem, digo esse visual, os detalhes, tudo. Também gostei da autora, com uma bela aparência e esse gosto pela escrita.
Com o tempo tudo vai acabando, ou melhor, tudo vai evoluindo algumas coisas perdem sua essência, outras simplesmente somem, deixa de existir. A extinção do papai Noel é um exemplo, com o passar do tempo todos desvalorizam-o por não acreditarem, mas creio que existem muitos que acreditam para ajudar a manter o papel do Noel em nosso Natal. Muito bom esse espaço aqui Mariana. Um beijo!

Atenciosamente, Júnior Fernandes.

Lyv disse...

Que texto encantado!
Realmente o Papai Noel está cada vez mais esquecido.
Lindo seu blog, flor.
Já te sigo!
Au revoir <3

Iasmin Cruz disse...

Oi, tem selinho pra você lá no blog: http://iasmincruz.blogspot.com/2011/12/selo-de-ano-novo-do-refugio-das.html Obrigada pela presença comigo em 2011.

Sabrina Machado - Mundo da Moda disse...

hooy linda brigada pelos elogios, de verdade, fiquei muito feliz com seu recadinho, já estou seguindo aqui com prazer, espero te ver mais vezes lá no blog viu? ahuahua

Blog Mundo da Moda | Twitter

kisses

Estefanie Germanotta disse...

Ameeeei o texto. Digno de ir para uma revista.

Coisas Fúteis

Mariana Solis disse...

Obrigada! Adoro os blogs de todos vocês <3 Voltem sempre, é muito bom tê-los por aqui!

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...