Comportamento, moda, fotografia, música, textos de amor e dicas. Um Blog com tudo aquilo que adoramos fazer antes de sonhar! – Por Mariana Solis

quarta-feira, fevereiro 19, 2014


A Elegância do Comportamento

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada. É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam. Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca. É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros. É possível detectá-la em pessoas pontuais.
Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.
Oferecer flores é sempre elegante.
É elegante não ficar espaçoso demais.
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante retribuir carinho e solidariedade.
Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto. Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.
Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação, mas tentar imitá-la é improdutivo. A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe
de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que com amigo não tem que ter estas frescuras.
Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os inimigos é que não irão desfrutá-la.
Educação enferruja por falta de uso. E, detalhe: não é frescura.
Henri de Toulouse-Lautrec
Onde me encontrar: Facebook Instagram Flickr Youtube
4 comentários

4 comentários:

Pamela Sensato disse...

É existem pessoas que nem sabe o que significa muito essa palavra...e infelizmente isso é tão ruim porque acabam se tornando pessoas chatas.
Adorei o texto

- Resenha nova no blog sobre óleo de argan ^^

Beijoss *-*

==> Blog Resenhas da Pâm

Bella disse...

Adorei o texto e super concordo! :)

Tá faltando muita elegância no mundo de hoje né?

Beijão!

Piece of My Heart


amanda demetrio disse...

Que texto incrivel ,amei , minha vontade é imprimi-lo e distribuir pra todo mundo na escola haha pra ver se pelo menos ali a educação prevalece, não so os alunos , mas os professores. E na rua também , acho que o ultimo paragrafo mexeu mais comigo , na questão dos amigos, estamos tão acustumados com eles que as vezes perdemos um pouco a "cordialidade"
Ta faltando pessoas no mundo com elegancia no comportando e sobrando pessoas com falta de educação e ignorantes!
beijoooos,amanda
http://entre-galaxias.blogspot.com.br/

Beauty dream disse...

deixa-me dizer que adorei as tuas palavras :) alias adorei o teu blog :D
Beijinhos*
Blog | Youtube | FB

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas sua opinião é sempre bem-vinda! Comentários desrespeitosos ou caluniosos serão banidos.
Fique livre para enviar uma sugestão, dúvida ou crítica: entre em contato comigo.
Certifique-se, antes, se a sua dúvida já está respondida no F.A.Q. Obrigada!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...